Logo



Posts Recentes

[Resenha] Peça-me o que quiser, de Megan Maxwell @Suma de Letras

06 abril 2016

Título: Peça-me o que Quiser
Autor: Megan Maxwell
Lançamento: 2013
Páginas: 400
Gênero: Erótico / Literatura Estrangeira
Editora: Suma de Letras

Sinopse: Com tempero latino e uma abordagem excitante, essa é a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. 
Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. 
Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.
Acho que se tivesse que escolher entre meus livros favoritos, Harry Potter iria ter que perder. Juro pra vocês que esse foi um dos melhores livros que li em minha vida. Já tinha lido ele há algum tempo pela internet, repeti umas quatro vezes e enfim ganhei o exemplar de um amigo e só agora resolvi fazer uma resenha (desculpem!). Encontrei o título na Saraiva e consegui ler o primeiro capítulo na loja mesmo. E já no primeiro capítulo, Megan me impressionou com uma sena de sexo. Pensei: "Já? Nossa!". Pois é. O livro é retratado em primeira pessoa e quem o narra é Judith, a protagonista. E a cena em questão retrata Miguel, seu colega de trabalho, e a chefe de Jud na maior pegação no estacionamento da empresa. É essa deixa que a autora indica sobre do que se trata o livro, já que Jud presencia uma cena de sexo e é justamente o tema do livro: voyeurismo.

OK, ok. Vou contextualizar um pouco. Judith é uma moça de 26 anos que trabalha em uma empresa farmacêutica alemã, a Müller. Isso não é um spoiler porque ela diz isso bem nas primeiras páginas. Cansada da sua abusada chefe, ela vai narrando as indignações que sofre. No meio de tudo isso, conhecemos também a família de Jud, o pai (Manuel) e a irmã (Raquel) e sua sobrinha (Luz). Pelo que percebo, a irmã é uma mega puritana e vive se metendo na vida da Jud. Também conhecemos Trampo, o gatinho que vive com ela.

Em uma visita a empresa e a umas presepadas no elevador que acaba dando defeito, Jud conhece o gostosíssimo Eric, o dono da empresa. Claro que a cena é totalmente constrangedora para ela, o que me fez dar altas gargalhadas enquanto lia. Eric é o típico boy de livros hot: rico, gostoso, bonito e com aquele olhar de "Me obedeça ou morre". O legal da protagonista é seu temperamento espanhol. Ela acaba fazendo coisas que deixam Eric sempre irritado já que ele é um cubo de gelo (E é por isso que seu apelido é Iceman).

"Mas o que ele faz tão perto de mim?
Imediatamente dou um passo pra trás e fixo o olhar nele pra ver quem é.
Devo logo dizer que é alto — eu chego apenas à altura do nó da gravata. Também
tem cabelo castanho, beirando o louro, é jovem e de olhos claros."
Em meio a algumas indiretas e olhadelas quentes, Jud acaba sendo beijada por Eric e acaba partindo pra cama com ele. As cenas de sexo são quentíssimas! Megan não poupou esforços e nem palavras para descrevê-la. Aliás, todo o livro é muito hot. Então se você não gosta de cenas quentes, sugiro que pare de ler o livro porque daqui pra frente isso é o que mais acontece.

Jud acha que encontrou seu príncipe encantado só que não é bem assim. Eric tem gostos incomuns: gosta de observar as mulheres enquanto outros a possuem. Pois é, o cara é para lá de voyeur, o que incomoda a nossa "doce" protagonista. Há também muitas cenas de ciúme por parte da Jud, e o engraçado é que não achei bobo da parte dela ter essas cenas e sim, me fez querer apoiá-la. Eric a faz ciúme como ninguém só! Sofri com Jud em todas as cenas que Eric fazia algo que a magoava ou a deixava irritada. E olha que Jud se irrita muito fácil. Ela chama ele de babaca praticamente o livro inteiro.
"Confusa e descontrolada pela excitação que esse cara imenso está me despertando,
engulo a enxurrada de sensações que formigam por todo o meu corpo."
Apesar disso, Jud tem muitos talentos o que me fez me identificar bastante com ela (tirando as loucuras  na hora H). Porém, como todo romance, sempre tem alguém ou algo para fazer com o que casal acabe se separando ou brigue e nesse livro não é diferente. Em meio alguns desentendimentos, palavras não ditas e mal ditas, Eric e Jud acabam em um dilema: devem ou não seguir juntos?

Pois é, tentei não relevar muito do livro já que é o que eu mais gosto mas espero que tenham curtido a resenha. É um livro muito bom, bom mesmo e que nos trás assuntos diferentes e bons para serem explorados. O livro é muito fácil de ser lido e é divertido, ri diversas vezes e também chorei muito com alguns acontecimentos. É uma ótima leitura!


Um comentário • DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO TAMBÉM

  1. Olá , adorei sua resenha já estava pensando em começar essa trilogia e depois da sua resenha com certeza irá para a lista ♥ . Parece ser ótimo .

    Beijos ,
    Gleyce Garcia .

    http://www.psbelieveandlive.com.br/

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤