Logo



Posts Recentes

[Resenha "Desafio Fuxicando sobre chick-lits"] Clichê, de Carol Dias @Ler Editorial

28 junho 2016

Título: Clichê
Autor: Carol Dias
Lançamento: 2015
Páginas: 282
Gênero: Chick-lit / Ficção / Romance
Editora: Ler Editorial
Sinopse: Marina Duarte está no vermelho. Dona de dupla graduação nas melhores faculdades públicas do Rio de Janeiro, seu sonho de construir a vida nos States não está funcionando.Decidiu se mudar para ficar perto da tia, sua única família, mas a crise não está ajudando em nada sua carreira.Sem saber como pagar as contas do próximo mês, Marina aceita uma vaga de babá na mansão da família Manning. Ela só não podia imaginar que sua vida mudaria completamente, apenas por conhecer duas crianças e um chefe viúvo e gato, maravilhoso, cheiroso e gostoso , que precisa urgentemente de sua ajuda.

Olá, como vão? Há algum tempinho eu ganhei o livro Clichê da Carol Dias em um sorteio no blog Conjunto da Obra. O livro demorou a chegar, mas assim que pus as mãos nele, devorei muito rápido. Como o próprio nome diz, se trata realmente de um clichê que tem como tema principal a vida de Marina Duarte. Morando nos Estados Unidos a algum tempo, a moça que se formou em Literatura Portuguesa e Música vê seus sonhos ruírem após perder o emprego. Sem saber o que fazer, ela consegue através de sua tia uma entrevista de emprego para ser babá de uma família milionária. 

Como teve diversas experiências com crianças, ela facilmente é contratada. Terá que cuidar dos dois filhos do Sr. Manning: Dorian e Ally que há pouco tempo perderam a mãe. Ela só não esperava que seu chefe seria extremamente lindo, gostoso e gentil. Fica difícil controlar a atração mas Marina resiste como pode. Enquanto isso ela vai fazendo vários avanços com Ally, porém Dorian ainda tem relutância em fazer amizade com ela e é através da música que ela começa a se aproximar do garoto.

Como todo bom clichê é óbvio imaginar que Marina irá se apaixonar por Killian, seu chefe. Mas eles são de mundos completamente diferentes, já que Killian é CEO de uma grande filial de empresas e Marina é apenas a babá que não tem onde cair morta. Além disso, Killian e os filhos ainda estão superando a morte da doce Mitchel, a bela esposa e mãe das crianças. Apesar de ter gostado do romance, este se mostrou um tanto rápido demais. Será que somente eu achei o envolvimento do casal superficial?! Além disso, senti que a autora queria mostrar que o tempo havia passado escrevendo frases como "Depois daquilo já havia se passado dois meses"..., entre outras. Isso não deu o aspecto que ela queria já que a trama pareceu muito corrida.

Muitas pessoas reclamaram de uma certa frase que a autora repetia demais na narrativa, eu até entendo - ela realmente repete muito! -, mas isso não atrapalhou em nada minha leitura. Marina é uma personagem boa, sarcástica e típica brasileira: anima a todos por onde passa. Já Killian é mais reservado mas com o tempo ele se mostra uma pessoa muito carinhosa, prestativa e engraçado. Eu amei muito as crianças e suas diferentes personalidades, o fato de Dorian não ter aceitado Marina de vez só deixou a história mais verdadeira.

Uma coisa que eu não gostei é que o livro não teve um ponto alto ou nenhum vilão específico, que ficasse a espreita tentando atacar os mocinhos. O fato da mãe de Killian ser contra o casamento deles e tentar separá-los não deixou nenhum friozinho na barriga, até porque ela somente aparece já nas últimas páginas. Acho que a autora viu que precisava colocar algo para não ficar realmente tão clichê o romance do casal, mas o efeito não foi esperado e achei meio desnecessário. Fora isso, o livro é bem divertido, leve e muito bem-humorado, serve para sair da ressaca literária ou até mesmo para ler em algum dia das férias.
"E como as histórias de amor mais clichê que já existiram essa começou com duas pessoas que carregavam suas próprias bagagens e terminou com um belo casamento. O meu casamento."

Minha evolução do desafio:
  • Ler um chick-lit que seja seu primeiro contato com o autor em questão; (Clichê)
  • Ler um chick-lit que não tenha nada na cor rosa na capa;
  • Ler um chick-lit que tenha a capa azul;
  • Ler um chick-lit escrito em formato de e-mails, cartas e/ou mensagens;
  • Ler um lad-lit (chick-lit protagonizado por um homem);
  • Ler um chick-lit nacional; (O Homem Perfeito)
  • Ler um chick-lit que seja o primeiro livro de uma série;
  • Ler um chick-lit de uma autora best-seller;
  • Ler um chick-lit que tenha ligações com filmes (pode ter sido adaptado para o cinema ou pode conter essa temática no enredo) (Um amor de cinema)
  • Ler um chick-lit com um coração na capa; (Pela lente do amor)
  • Ler um hen-lit (chick-lit protagonizado por uma personagem com mais de 40 anos);
  • Ler um chick-lit narrado em terceira pessoa.



9 comentários • DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO TAMBÉM

  1. Olá, tudo bem? Que amorzinho esse livro! A edição parece ser linda... Gostei muito da sua resenha e fiquei com muita vontade de ler o livro.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é uma delícia para ler, você vai amar!
      Abraços

      Excluir
  2. Nossa amei a sua resenha !! Haha essa história parece um pouquinho com aquela novela mexicana " meu coração é teu"... A babá que cuida dos filhos que recentemente perderam a mãe e o viúvo é um "gato" por quem a apaixona .... rsrsr
    Um beijo :*
    http://girlssweeet.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Quele. Eu amo uma novela mexicana, sempre tem os melhores clichês. Eu queria assistir essa mas com a faculdade a tarde, não consegui. É quase essa história mesmo, você vai adorar se ler.
      Abraços.

      Excluir
  3. Olá!


    Sou novo por aqui! :)
    Gostei do modo como descreveu o livro.
    Embora o próprio nome já revela o que vamos encontrar, o famoso "Clichê", acredito que deve ser um livro interessante, conforme sua resenha daqueles para ler quando entrar em férias.

    Parabéns pela resenha e pelo blog que já estou seguindo, óbvio! ;)

    Siga também nosso site Irmãos Livreiros , ficarei muito feliz: Irmãos Livreiros

    Se puder, nos conheça no canal Irmãos Livreiros do YouTube: Irmãos Livreiros

    Super beijo,
    Danny
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Danny! Obrigada por visitar. O livro é realmente um clichê, mas como eu amo finais felizes, adorei a leitura! Vale a pena para quem quiser ler algo leve e simples.
      OBS: Já estou seguindo ambos os links.
      Abraços.

      Excluir
  4. Que edição linda! Adorei a resenha, confesso que não tinha ouvido falar desse livro... Mas ele já entrou pra minha wishlist!
    Beijocas,
    Maria - doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é realmente muito fofo, com a diagramação perfeita e esses detalhes que chamam atenção. É uma fofura a narrativa também, você irá morrer de rir.
      Beijão!

      Excluir
  5. Olá!!
    Esse livro está na minha lista há um tempinho... parece bom!
    Adorei a resenha!

    Beijo

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤