Logo



Posts Recentes

[Resenha "Desafio Históricos & Eu] Madrugadas de Desejo, de Jayne Fresina @Única

10 junho 2016

Título: Madrugadas de Desejo
Autor: Jayne Fresina
Lançamento: 2015
Páginas: 288
Gênero: Romance / Literatura Estrangeira
Editora: Única
Sinopse: Um jogo de mistério e sedução que não terminará a menos que os dois se entreguem. A Inglaterra do século XIX é elegante, charmosa e aventureira. Um lugar onde é difícil não se deixar levar pelos deliciosos (e perigosos) jogos que lords e ladies libertinamente experimentam. Não poderia ser diferente na bela Brighton, o lar de Ellie Vyne e James Hartley: inimigos declarados desde a infância. Ellie sempre foi uma mulher de ideias a frente de seu tempo, temperamento forte, ousada e, principalmente, avessa a todas as tentativas de suas irmãs para lhe arrumarem um marido. Afinal, com 27 anos era um absurdo ainda perambular sozinha por aí. E é claro que James, um dos solteiros mais cobiçados da cidade, fazia questão de deixar clara sua desaprovação. Durante suas misteriosas escapadas, Ellie rouba algo muito precioso de James, que não terá paz até descobrir a identidade do ladrão. Querendo ou não, eles estão cada vez mais próximos. Como resistir ao charme de James e levar sua mentira adiante? Nesse jogo de perdição, Ellie arriscará tudo, inclusive seu coração. Enquanto James tenta desvendar o segredo da jovem, o desejo proibido que surge entre os dois será capaz de romper com todas as regras da alta sociedade inglesa.

Eu tenho andado devorando romances de época como se eles fossem minha vida. A cada vez que termino um, logo quero começar outro e os romances que já li esse ano são incontáveis. Madrugadas de Desejo foi um livro que conheci por acaso e que logo me prendeu a sua narrativa. Terminei a leitura em poucos dias e contente com as emoções que ela me proporcionou. Nunca havia ouvido falar da autora e gostei de apostar nessa obra justamente para sair da mesmice de autores que costumo ler. Gostei muito do desenvolvimento da história de Jayne e mais ainda de seus personagens encantadores.

Ellie Vyne é uma moça de 27 anos muito a frente do seu tempo, que já se acostumou com a possibilidade de não se casar. Passando por diversos noivados rápidos, ela nunca conseguiu contrair matrimônio e se entristece ao saber que nunca poderá ter filhos, já que para isso, ela precisava no mínimo de um marido. Mas disposta a não se entristecer por isso, Ellie procura suas alegrias em diversas aventuras e ciladas que ela acaba se metendo dando a ela uma fama não muito respeitável. Ellie nasceu de mãe americana e pai desconhecido. Assim que sua mãe se casou com um novo homem, ele a adotou como filha e em seguida, foi dado a Ellie duas irmãs.

Quando sua mãe morreu, Ellie se nomeou a responsável por seus parentes e fazia de tudo para conseguir sustentar sua família que aos poucos contraíam muitas dívidas. Apesar de sempre arranjar dinheiro para ajudar o padrasto e ter pago sozinha os dotes de suas irmãs, hoje bem casadas, nenhum deles a agradece ou ao menos reconhece o que ela faz. Uma dessas formas de arranjar dinheiro se dá por jogos de cartas onde Ellie se fantasia de Conde de Boneville onde sempre leva a melhor sobre os outros jogadores. Em uma desses jogos, ela acaba recebendo um colar de diamantes de uma das jogadoras. O que ela não sabia é que o colar de diamantes que recebeu da mulher viria ser, na verdade, de James Hartley, a pessoa que ela mais detesta no mundo e que a vê como inimiga.  

James ao saber que sua amante "foi roubada" por um conde em um jogo de cartas, sai em busca do vilão mas tudo o que encontra são suas roupas e sapatos jogados em uma hospedaria e Ellie deitada em sua cama. Por sorte James não descobrira que ela era o conde fantasiado, mas acabou dando a entender que ela fosse amante do homem. Disposto a recuperar sua joia, James ficará agora cercando Ellie para saber o paradeiro do conde. A antipatia que os dois sentem um pelo outro é de família já que a mãe de James acabou fugindo com o tio de Ellie, trazendo desgraça para as duas famílias. James sabe que Ellie é sinônimo de confusão e acredita que só se casando alguém irá dar um jeito de consertá-la e percebe que será ele mesmo a fazer isso.

É aí que Ellie chega com uma proposta tentadora: ela lhe dará seus diamantes de volta em troca de cinco noites com Jamie. Se ela engravidar nessas cinco noites, coisa que sempre quis, casará com ele, se não, os dois seguirão caminhos diferentes. O problema parece ser simples de resolver se não fosse os incontáveis problemas que aparecem durante a viagem de ambos a pequena cidade onde moravam quando crianças e se não bastasse, o desejo que os dois sentem um pelo outro será maior e cinco noites podem não ser o suficiente.

A autora me envolveu com sua narrativa desde o começo e fiquei eufórica com a leitura dos fatos. O que mais gostei nesse livro foram as inconstáveis coisas que aconteciam. Você pensa que um problema pode se resolver, para no capítulo seguinte, mostrar que haverá mais complicações do que parece. Ellie é muito teimosa e usa o sarcasmo como ninguém. Adorei sua postura em relação a família apesar de odiar que eles nem agradecessem o que ela faz. Ellie é uma pessoa risonha, que sempre arranja um motivo para sorrir e por isso atraí os olhares reprovadores da sociedade, afinal, ela já passou por muitas confusões e sua fama não é lá das melhores.

Os desencontros que o casal sofre ao longo da narrativa são tantos que fiquei perplexa. É cada suposição errada que um faz sobre o outro e ideias mal concebidas que fazem com que os dois fiquem mais distantes do que merecem. A imaginação deles são férteis e por isso qualquer suposição já é vista com os olhos errados por ambos, coisa que acarreta a maior confusão durante a história. Uma personagem que adorei foi Lady Mercy, uma criança de 12 anos que botou na cabeça que tem que se casar com James Hartley e para isso, ela vive seguindo ele escondida aonde quer que ele vá. As cenas com ela são as melhores e ela sempre aparece nos momentos mais inoportunos, com sua boca impertinente e suas ideias malucas.

O livro também crítica o machismo já que James é um aristocrata que não vê as mulheres como iguais e sim como inferiores. Mas a crítica é breve e curta, não deixando o assunto tão profundo ao ponto do leitor fazer reflexões sobre o assunto. O que menos gostei foi o final que pareceu corrido e que deu a impressão que faltaram páginas, mas como um todo, o livro de Jayne é extremamente cativante, carismático e engraçado. Eu amei cada página, cada segundo dessa narrativa e não vejo a hora de ler outras obras da autora. O livro tem muitas revelações bombásticas e muitas confusões que farão o leitor rendido a narrativa da autora. Gostei muito da capa, apesar dela me lembrar Sedução da Seda e dos personagens, que foram bem desenvolvidos e construídos. No mais, o livro tem uma leitura rápida, que flui facilmente e que cativa o coração daqueles que amam romances de época.

Fonte: O Blog da Mari

Minha evolução do desafio:
  • Ler um Romance Histórico com um casal na capa. (O Príncipe dos Canalhas)
  • Ler um Romance Histórico nacional.
  • Ler um Romance Histórico clássico.
  • Ler um Romance Histórico em que o mocinho seja guerreiro.
  • Ler um Romance Histórico com a temática casamento. (Ligeiramente Casados)
  • Ler um Romance Histórico com mais de 500 páginas.
  • Ler um Romance Histórico de banca. (Questão de Inocência)
  • Ler um Romance Histórico com a capa masculina. (O Último dos Canalhas)
  • Ler um Romance Histórico ambientado no século 19. (Um Beijo Inesquecível)
  • Ler um Romance Histórico que você comprou pela capa. (As Regras da Sedução)
  • Ler um Romance Histórico que o título comece com a inicial do seu nome. (Madrugadas de Desejo)
  • Ler um Romance Histórico sobrenatural/fantasia.

12 comentários • DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO TAMBÉM

  1. Oi, Miriã.
    Não sou muito fã de romance de epoca, acho todos muito parecidos rs.
    No entanto gosto desses que o mocinho e a mocinha demoram para ficar juntos o que parece ser o caso rs.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Eu gosto tanto! Você deveria tentar um dia.
      Abraço.

      Excluir
  2. Eu já notei sua paixão pelos históricos mesmo! Hehehe
    Peguei uma dica aqui esses dias, mas essa vou dar uma esperadinha. Não é meu gênero preferido e não posso me deixar levar pelo seu entusiasmo que contagia a gente kkkkkk
    Mesmo assim, valeu a dica! 😉

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, sério? Então relaxe e leia com calma mesmo, não precisa sair devorando tudo que nem eu faço. Espero que goste mais do gênero!
      Abraço.

      Excluir
  3. Oi, Miriã! Tudo bem? A capa do livro é linda e eu adorei sua resenha, mas infelizmente não tenho muito interesse de ler a obra... :/

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Miriâ, tudo bem?
    Eu amo romances históricos e de época. São os meus preferidos. Também nunca li nada da autora. Eu comprei este livro logo que foi lançado mas ainda não consegui ler. Está na fila. kkkk
    Gostei muito da sua resenha e fiquei com muita vontade de pular a fila e ler logo.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Como assim ainda não leu? O livro é maravilhoso! Eu gostei muito, depois leia e me diz o que acha. Abraço.

      Excluir
  5. Oi, eu amo historia de epoca, fica imaginando aqueles vestidão lindos bem rodados e por ae vai. Amo historia de romances, fico me imaginado na situação dos personagens. Adorei sua resenha, bem escrita e elaborada, me deu uma grande curiosidade de ler esse livro.
    Beijos.
    http://mficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rebeka! Eu imagino o mesmo e muitas vezes quis que tivesse um evento sobre isso, para que nós pudéssemos nos fantasiar! Seria ótimo.
      Abraço!

      Excluir
  6. Oiiii

    Sempre tive muita vontade de ler esse livro. Amo romances históricos e essa capa está divina e achei bem apaixonante essa premissa <3 Espero poder ler logo =)

    BJos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Acredita que comprei esse livro na Black friday e até agora não li? Nunca tinha visto resenha dele mas amei a sua e já me deu uma vontade desesperada de ler, amei amei.
    Vi também que está lendo Sr. Daniels, cuidado, ele me deu uma ressaca que estou a mais de um mês tentando resenhar ele. rsrs.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Kah. Pois é, li esse livro e gostei muito dele apesar de ter ficado um pouco perdida no começo e ter abandonado ele um pouco. Eu já li Sr. Daniels. Terminei em poucas horas e posso dizer que fiquei abismada e impressionada com o livro. Não chorei em nenhuma hora - MILAGRE! -, mas consegui me emocionar bastante com a veracidade dos sentimentos dos personagens. É um livro lindo e ja já trago a resenha para vocês do blog.
      Beijos.

      Excluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤