No último post da coluna Desabafos de uma Leitura (leia o post aqui), eu falei que estava passando por uma ressaca literária daquelas de dar inveja. Falei também sobre as minhas suspeitas do motivo, achei que fosse por estar lendo muito ultimamente e minha cabeça estar tão cheia de ideias e histórias que acabei enjoando de ler. Mas o mês de Junho passou, e agora quase no finalzinho de Julho, essa tal ressaca até agora não quis sair de dentro de mim. 

Quem já teve sabe exatamente como é horrível a sensação. Eu tenho ficado muito triste pois tenho ganhado muitos livros ultimamente e todos estão parados e pegando poeira na minha estante pois não tenho vontade alguma de começar a lê-los. Resolvi refletir um pouco mais sobre as causas dessa doença. A morte da minha avó no dia 15/06 foi um fator importantíssimo para a ressaca acontecer. Antes do tal fato, eu estava lendo de vento em poupa, terminando as leituras com média de 12 livros por mês. Mas após a morte dela, tudo tem estado meio estranho. Não sinto mais aquela necessidade de ler, fico vegentando, olhando para o céu, deitada em minha cama e não há nada que me faça abrir um livro.

É como se algo tivesse se quebrado dentro de mim após sua perda. Nesta sexta-feira já fez um mês que ela foi e tudo ainda me parece um pouco surreal. É meio chato para vocês leitores lerem sobre isso, mas espero que entendam que escrevo esse desabafo como uma forma de me desvincular de meus problemas e ver tudo com os olhos de alguém de fora. Não sei se passaram pela mesma situação, mas eu não a desejo para ninguém.

Vendo então um post no Mademoiselle Loves Books eu descobri também que parte da minha ressaca literária se deve aos clichês que encontro nos livros (leia o post aqui). Pois é, a Ana me fez refletir demasiadamente sobre alguns tópicos que ela colocou lá e eu acabei percebendo que poucas obras tem me chamado atenção. Só neste mês abandonei quatro leituras e ainda estou procurando forças para continuar. Ou a história é rápida demais e sem aprofundamento nenhum, ou ela é tão enrolada que os fatos chegam a cansar. Me vejo lendo histórias sobre personagens frágeis demais ou fáceis demais, que se entregam após um suspirar de uma personagem masculino.

Estou um pouco cansada disso. O post continua sendo um desabafo, mas ainda assim é um apelo também aos autores para que melhores suas histórias e nos impressionem com algo novo, falo em nome de todos os leitores. Para não me estender mais, só quero deixar claro que este mês ainda nada foi produtivo. Estou tentando superar a barra da perda, do desânimo em relação aos livros e algumas questões pessoais com amigos meus. Só penso que logo em breve, meu gosto pela leitura volte como um foguete e assim eu possa sossegar e deixar vocês com esses desabafos em paz. 

13 Comentários

  1. Miriā
    Nunca passei por este problema, o que ocorre muitas vezes comigo é falta de inspiração para resenhar, Às vezes acho que não vou conseguir mais colocar em palavras que penso, mas depois passa. Acredito que o seu estado de espírito talvez tenha também influenciado nesta ressaca, mas com o tempo tenho certeza que isso vai passar.
    abraços
    Gisela
    www.lerparadivertir.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gi. Obrigada por entender, eu também fico muito sem inspiração quando o livro é muito bom, parece que cada palavra não é o suficiente para expressar o tanto que gostei. Espero que passe logo!

      Excluir
  2. Miriã, isso já aconteceu comigo, mas ainda bem que não acontece mais ou com tanta frequencia. Sempre desanimava, mas por causa da faculdade e ficava com encargo de consciência se estudava ou lia meus livros queridos. Mas sempre por causa dos estudos. Então comecei gradativamente a piorar e quase desistir de alguns. Era terrível e eu me sentia muito mal por isso, mas garanto que passa e já já você volta a ficar de bem com a leitura, porque eu voltei. Lembre-se que essa doença vários leitores tem por aí, é até comum. E como você mesma disse, por causa desse falecimento você ficou mal e se distanciou mais ainda. Espero que volte a ficar bem!

    www.leitorasvorazes.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só tive uma vez antes desse e confesso que tá sendo difícil sair. Quando estou na faculdade, o ritmo infelizmente cai, é muita pressão sobre as nossas costas, não é? Espero também que tudo se normalize!

      Excluir
  3. Oi Miriã, não sabia da sua perda. Sinto muito. Nunca é fácil passar por isso, e pelo menos comigo, que perdi um amigo de infância a pouco tempo, ainda tenho essa sensação sabe, de que o que aconteceu não é real. Mas enfim, fico feliz de poder ouvir o seu desabafo, fiquei longe do blog por uns dias porque comecei a trabalhar e estou tentando me adaptar nessa nova rotina.
    Ressaca literária ninguém merece, é um saco quando acontece isso comigo. Espero que você encontre o livro certo para te tirar dessa.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pri. Eu nunca havia perdido ninguém e foi uma das piores coisas que poderiam me acontecer, então entendo sua dor. Que bom que voltou com tudo! Abraços e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  4. A minha ressaca passou há poucas semanas, eu estava até me sentindo mal porque realmente nao estava conseguindo ler nenhum livro completo, iniciei 4 e nao terminei nenhum deles ainda...até que escolhi o genero que mais gosto e há umas duas semanas comecei a ler novamente. Um problema também é que na minha cabeça eu começava a criar um outro caminho para a história e já não tinha mais vontade de ler o que estava escrito, mas sim modo como pensei, nao sei se faz sentido hsuahsuahs. Pra gente que ama livros é muito triste passar por esse momento né :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lua. Eu ainda estou esperando ela passar e também só li cinco livros até agora, uma caída de uns 60% em relação aos outros meses. Vou tentar pegar um gênero que seja bom!
      Bjs

      Excluir
  5. Mi, sinto tanto pelas dores que está carregando, mas espero que tudo ganhe transformações para maiores luzes e sentidos nos seus caminhos. Você demonstra uma intensidade linda e merece muitas obras que impulsionem as suas reflexões e identificações que sirvam como desabafos só pelas leituras. Espero muito que encontre uma obra bacana que sirva para isso. Recomendo que leia livros de crônicas, frases e afins, e aos poucos você vai se conectando a novos olhares para com esses gêneros que mais aprecia.

    SEMQUASES.COM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, muito obrigada pelas palavras. Acredito que aos poucos vamos superando essa realidade e em relação aos livros, estou indo o mais calma que posso. Abraço

      Excluir
  6. Eu nunca tive ressaca literária, mas espero que tudo fique bem logo, melhoras.
    https://pedagogaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá. Super compreendo sua necessidade de desabafo, sempre é bom pra aliviar a tenção. Ressaca literária é um porre, só quem já passou é que compreende. Em um dia estamos lindos lendo, aí no outro, do nada, a crise existencial bate e nos faz desistir de tudo. Dá um tempo dos livros, deixa tua mente respirar, se for ficar pressionando será pior, digo por experiencia própria, uma hora ou outra você volta com tudo.
    Uma dica pra não enjoar dos gêneros literários é ficar alternando, não se prender a somente um tipo. Isso ajuda um pouco.
    Quanto a sua avó, meus sinceros sentimentos, sei como é perder alguém, e não é fácil.

    Um abraço e fique bem.
    http://julietincrisis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem? Obrigada pelas palavras de apoio. Eu estou superando a ressaca e posso dizer que tenho lido muito. Estou passando por vários gêneros literários e estou amando a experiência. Abraço!

      Excluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤