Título: Acima do salto agulha
Autor: Aline Cabral
Lançamento: 2016
Páginas: 197
Gênero: Chick-lit / Romance
Editora: Coerência
Sinopse: Ela estava no topo. Encontrou o amor. Perdeu tudo…E descobriu que precisava descer do salto para seguir em frente! 
Leila Dias Watson é uma estilista rica, bonita, famosa, viciada em trabalho… e solitária. Mas está indo muito bem assim, pelo menos é o que ela imagina. A única relação sólida que ela mantém, além da amizade com Bárbara e Dolores, é a de amor e ódio com seu terrível salto agulha. 
Com quase trinta e seis anos e uma vida sistematicamente planejada, a única coisa que Leila espera é se tornar sócia na empresa Atlas, pela qual se dedica há muitos anos. O que ela não imagina é que os ventos podem soprar forte, trazendo surpresas e provocando reviravoltas. 
Acima do Salto Agulha fala sobre a vida de uma mulher bela, inteligente e bem-sucedida, mas reclusa, que é obrigada a passar por mudanças e descobre ser possível ir além do planejado. Muito mais que uma história de amor entre um homem e uma mulher, essa é uma história de amor pelas amigas, pelo trabalho… Uma história de perdas, e de segundas chances. Acompanhe a jornada de Leila!
Apaixonada por um chick-lit que sou, resolvi dar uma chance ao romance de estréia da autora Aline Cabral. Primeiramente quero dizer que a capa do livro e toda a diagramação além da arte no interior dele ficaram belíssimas, uma fofura que só! Infelizmente encontrei alguns errinhos de digitação, mas nada que prejudicasse a leitura. 

Leila é uma estilista de moda que está em acensão em sua carreira. Ela é uma workaholic e por isso é conhecida como Coração de Gelo já que nunca sai do salto, sempre exige o melhor da sua equipe e não tem tempo para nada fora disso, muito menos namorar. Assim que recebe a notícia que a dona da empresa vai se aposentar, Leila acha que agora é sua chance de se tornar sócia de onde trabalha, o que não aconteceu já que Margo, a dona majoritária, acredita que pelo fato dela não ser casada e não ter relacionamento algum possa ser um problema futuro e por isso nega a sociedade. O que eu achei completamente injusto até porque tudo o que a Leila conseguiu até agora foi através do esforço dela e não por conta de um homem, e ninguém é obrigado a casar só para satisfazer os caprichos da dona da empresa ou seja lá quem for.
Vendo que sua tão sonhada carreira não vai decolar do jeito que queria, Leila para de se importar tanto com o trabalho e resolve enfim descer do salto. Isso podia ter acontecido das piores formas, mas por obra do destino, Leila acaba conhecendo Ryan, um fotojornalista muito famoso e assim, com ele vindo e voltando de suas viagens ao redor do mundo, eles embarcam em um relacionamento. Ryan parece que trouxe a Leila tudo aquilo que ela precisava, o problema é que a vida nem sempre é um conto de fadas e a vida de Leila começa a ruir. Agora ela precisa se reerguer mais uma vez e arranjar forças para seguir em frente.
O meu problema com a história foi a passagem do tempo. Vejamos, achei o envolvimento da Leila com o Ryan muito rápido, mesmo ele sendo aquele completo personagem clichê perfeito, mas se caso formos analisar nos dias de hoje, é super compreensível um relacionamento começar depois de alguns encontros sexuais. O problema é que de repente já se passa um ano e eu descubro que ambos estão casados, sem a autora sequer fazer uma referência a isso. Claro que ela aborda o relacionamento deles, mas tive a impressão que tudo foi rápido demais, o que me incomodou bastante. 

O crescimento da Leila em relação ao trabalho também ocorreu na velocidade da luz. É só ela não conseguir a sociedade que tanto quer que ela já decide sair do salto e mudar. Achei que a autora iria colocar mais pontos importantes que a fizessem querer mudar e não somente isso. Porém, em compensação eu amei as amigas dela que sempre a apoiam mesmo quando Leila foi egoísta e pensava somente em sua carreira. Acho que a amizade delas foi algo que me fez sentir mais empatia ainda pela moça. E vou confessar, lá para o meio da narrativa, o livro me emocionou, me emocionou muito. Do jeito que sou uma pamonha sensível, pense no tanto de lágrimas que deixei cair ao ler algumas páginas. Para mim, essa sim foi a grande sacada da autora e a grande mudança da personagem.
Mesmo tendo sua vida do jeito que queria, Leila levou uma rasteira e agora ela precisa se reerguer de uma maneira que nem todos conseguem e foi assim que eu vi o verdadeiro crescimento dela. Não como profissional viciada em trabalho, mas como um ser humano que está sofrendo e precisa superar a dor. A personagem precisou se curar antes para poder entender que tudo na vida é temporário. Antes ela se preocupava com o trabalho, colocando o profissionalismo na frente de tudo, e quantas mulheres hoje em dia são assim? Deixam de lado suas vidas pessoais para dar o melhor de si no trabalho? O problema são elas entenderem que a vida não espera parada para você realizar seus sonhos. Ela continua e se você não der a devida atenção a ela, os momentos se passam e pode ser tarde demais. O final ficou em aberto, então cabe ao leitor decidir se Leila conseguiu ou não mudar sua vida, e eu espero fielmente que ela tenha conseguido. Se puder também, espero que a autora faça um segundo livro sobre esse novo recomeço da Leila, eu adoraria ler!
O livro da Aline Cabral me ensinou que não podemos prever o futuro e justamente por isso que devemos viver o presente intensamente, sem se preocupar com os objetivos a longo prazo, até porque você pode não tê-lo. A obra é uma delícia de ler. Tive aqueles probleminhas com a questão do desenvolvimento da história que acabou me parecendo inexperiente demais, mas posso dizer que a leitura me rendeu ensinamentos importantes e alguns momentos reflexivos. Se você curte um chick-lit repleto de auto conhecimento e lições, você precisa ler esse livro.

17 Comentários

  1. Oi Mirlã,

    Eu achei a diagramação linda e a capa também, porém tenho problemas com um romance que acontece rápido demais e por isso já torci o nariz ao ler sua resenha.
    Não sei se leria o livro no momento, mas ao mesmo tempo fiquei encantada com o enredo, talvez dê uma chance.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Camila. Eu também tenho problema com isso porque acabo achando o relacionamento superficial demais, mas eu confesso que no fim gostei bastante da leitura, então acho que você poderia gostar também.

      Excluir
  2. Primeira vez aqui, adorei. Eu estava querendo ler esse livro há um tempo, ótima resenha.

    Visite: http://carpediemmica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, xará! Seja bem vinda ao blog. Eu gostei muito do livro então já está mais que recomendado a leitura!

      Excluir
  3. Oii Miriã

    Como é só o debut da autora, acho que algumas falhas são perdoáveis já que autores já consagrados e cheios de experiencia as vezes cometem erros até maiores...
    Te confesso que a história não me chamou muito a atenção, pelo menos por enquanto. A capa está realmente lindissima, super fofa.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice. Nesse ponto concordo com você, temos que relevar alguns pontos até porque ninguém adquire experiência do nada. Se caso quiser ler, saiba que está super indicado!

      Excluir
  4. Oii!
    Eu tenho gostado muito do trabalho editoral da Coerência. Apesar de ser uma editora bem novinha, eles tem feito um bom trabalho com as capas!
    Quanto ao livro eu só conhecia por cima. Achei a estória um pouco fraca, mas não posso julgar só pela sinopse né... hehe
    Enfim, se um dia eu tiver a oportunidade de ler não vou dispensar.

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raissa. Eu não li muitas obras da editora mas acredito que ela esteja de parabéns com alguns de seus trabalhos. Não se pode julgar o livro pela sua sinopse, mas tente ler depois rsrs

      Excluir
  5. Olá, tudo bem? Esse livro é lindo mesmo, meu Deus! Aliás, todos da editora são. Bom, adorei sua resenha e fiquei louca para ler a obra. Deve ser ótima!

    Beijos,
    Duas Livreiras / ÚLTIMO DIA PARA PARTICIPAR DO SORTEIO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lari. A obra e a diagramação estão em perfeito estado e sintonia! É uma obra muito tocante e ao mesmo tempo divertida, leia.

      Excluir
  6. Adorei sua resenha, realmente é desagradável quando a história se passa rápido demais, gosto de coisas bem descritas. Ainda assim gostei da premissa desse livro, parece divertido tb!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Li. Acho que estes erros são relevantes já que foi o primeiro livro da autora publicado, mas é realmente divertido.

      Excluir
  7. Oi Miriã!

    Eu confesso que quando vi o título não achei que fosse um livro que emocionasse, não tivesse lido sua resenha eu jamais saberia! Adorei! Mais um pra minha lista de leituras!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi. Eu acredito que o livro mereça ser lido mesmo com esses probleminhas identificados, então eu super indico!

      Excluir
  8. Oie,
    nossa não conhecia o livro, mas falou chicklit já quero.
    Adorei a resenha!
    dica anotada.

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    Sorteio Amor Roxo
    Sorteio Um ano Inesquecível

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa. Chick-lit encantada todo mundo! Leia o livro, você irá gostar.

      Excluir
  9. Ahhh Miriã obrigada pela resenha! ♥ O segundo livro estou escrevendo e é a história da maravilhosa e louca Barbie! Mas tem um tiquinho de Leila tbem! Um beijao e boas leituras!!!

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤