[Resenha] Problemas à vista, de Rachel Gibson @Pandorga

30 novembro 2016

Título: Problemas à vista
Autor: Rachel Gibson
Lançamento: 2014
Páginas: 320
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Editora: Pandorga
Sinopse: A carreira de atriz de Chelsea Ross foi um fracasso total. O mais próximo que ela conseguiu chegar do estrelato foi sua performance brilhante como Garota bonita morta #1. Porém, deixar Hollywood para se tornar a assistente pessoal de um famoso jogador de hóquei pode ter sido a mudança mais idiota de sua carreira.
Os dias de glória da estrela contundida Mark Bressler chegaram ao fim. O ex-atleta bad boy poderia pelo menos tratar bem o mulherão em tamanho miniatura de cabelos cor-de-rosa que o Seattle Chinooks contratou para ser a sua assistente. Se Chelsea não precisasse do dinheiro, estaria fugindo do maior imbecil do mundo, tão rápido quanto suas pernas conseguissem levá-la.
Chelsea consegue lidar com a atitude malcriada de Mark e seu mau humor. O problema é aquele corpo e bíceps maravilhosos! E quando o bad boy começa a avançar o sinal com ela, Chelsea sabe que é hora de colocá-lo de lado, na zona de punição Se ao menos ela conseguisse resistir ao tipo de problemas que ele tem em mente!
Trago mais uma vez uma resenha de um livro maravilhoso da incrível Rachel Gibson. Nesta obra, conhecemos o jogador de róquei Mark Bressler, que vê sua vida mudar completamente depois que sofreu um acidente de carro que o deixou em coma por alguns meses, além de deixar sequelas que arruinaram seu sonho de voltar a jogar. Hoje seu time ganhou o campeonato mais importante do róquei, mas foi por causa de Mark que eles conseguiram chegar tão longe, já que foi através de sua liderança e dedicação que o time passou para as semi-finais. O time entende isso, porém Mark se ressente por não poder ter jogado na final devido seu acidente, e isso continuamente piora seu humor.

O time do Seattle Chinooks, esse que Mark jogava, contratou Chelsea para ser assistente de Mark, mas todas as enfermeiras que o time mandou, Mark as expulsou de sua casa sem pensar duas vezes, com Chelsea não seria diferente. Mark não quer ninguém o ajudando, quer provar para todos que consegue se virar sozinho. 

Chelsea, por sua vez, sonha com a carreira de atriz mas enquanto esta não decola, ela já participou de vários filmes trashs, e também se tornou assistente de milhares de famosos. Ao contrário de Mark que é cheio de músculos e é extremamente grande e viril, Chelsea é pequenininha mas sustenta enormes seios. Precisando do dinheiro para reconstruir sua vida em Los Angeles e fazer a tão sonhada redução de seios, o bônus que ofereceram para ela ser assistente de Mark é irresistível e ela não irá recusar. O primeiro contato dos dois é de maneira rude, mas Chelsea não se deixa intimidar pela grosseria de Mak e sempre responde com bom humor suas respostas provocantes. Ele fará de tudo para tentar-se livrar dela, mas será que não irá se apaixonar pelo seu jeito encantador antes? 
Neste livro somos levados para a mente de ambos os personagens. Assim como todos os outros livros da Rachel, ela se aprofunda nas emoções e sentimentos dos personagens. Mark vê sua vida acabar desde que saiu do coma, pois sabe que a única coisa que gostaria de fazer é jogar. Ele quer provar a todos que consegue fazer tudo sozinho e por isso descarta ajuda, mas as sequelas do seu acidente acabam fazendo-o perceber que seu corpo não responde a seus comandos como antes e quanto antes pedir ajuda, melhor.

Chelsea sempre foi jugada por seu corpo. Por ter seios grandes, os únicos papeis que ela conseguiu fazer foram em filmes de terror onde ela era sempre a primeira "vadia" a morrer. Cansada disso e também das dores que sofre ao sustentar tanto peso, ela quer fazer a redução de seios, mas sua família é veemente contra essa decisão, inclusive sua irmã gêmea, Boo, que acredita que ela estará se mutilando ao fazer tal coisa.

A relação dos dois é bombástica e os diálogos são repleto de comentários sarcásticos, ri muito com a interação desses dois. O enredo por si só não é diferente dos demais, mas o crescimento do romance dos dois se dá aos poucos e de forma intensa, ao mesmo tempo leve. Eu simplesmente amei! O final também não deixou a desejar, porém senti falta de um epílogo, queria saber se no fim ela fez a tal cirurgia ou não, mas não tenho do que reclamar.

A diagramação é simples, a letra é um pouco diferente do que estou acostumada, mas nada que atrapalhe a leitura. A capa é encantadora mas senti que os modelos deveriam se parecer mais com os personagens, já que a Chelsea tem um arco-íris na cabeça e sempre veste roupas terríveis. No mais, o livro é uma delícia de ler e proporciona momentos de diversão ao leitor, além de cenas maravilhosas de romance.


Comentários
10 Comentários

10 comentários :

  1. Olá,
    Nunca tinha visto sobre esse livro. Pela sua resenha ele deve ser muito bom, e cheio de reviravoltas ? Não encontrei a palavra.
    Parabéns pela resenha, muito boa mesmo, adorei seu blog e já estou te seguindo.
    Beijos,
    https://teattimee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, seja bem vinda ao blog. Eu não posso dizer que ele é cheio de reviravoltas, mas tem momentos bem legais na história, então eu super indico ele.

      Excluir
  2. Nunca vi esse livro, mas achei sua resenha bem completa. Amei seu cantinho, parabéns pelo trabalho, de verdade! <3
    Beijo beijo,
    https://wherefaithlives.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, seja bem vinda ao blog, Paloma. Esse livro foi uma delícia de ler, gostei muito de Chelsea e de Mark, então se for ler, espero que goste deles também.

      Excluir
  3. Oi, Miriã
    Menina, sua resenha me relembrou que eu queria ler esse livro hahahah
    Gente, esse negócio de seios grandes é polêmico mesmo. Eu super apoio quem faz redução porque incomoda demais. Fora que prejudica horrores a coluna.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu. Esse livro é muito bom, lembro que devorei ele por completo! Eu super apoio redução dos seios porque sei como dói, a coluna sempre machuca, independente das pessoas acharem isso bonito ou não.

      Excluir
  4. Oi, Miriã! Adorei que o livro parece fugir do padrão dos livros eróticos, já que o protagonista masculino, apesar do cargo, encontra-se em uma péssima situação financeira. Chega de Grey nesse caso hahahaha Fiquei curiosa para ler o livro depois da sua resenha, apesar de não gostar muito do gênero! Beijinhos, Beatriz.

    www.odiariodeumaescritorainiciante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bea. O livro Stripper é bom justamente por isso, já que foge dos clichês que estamos acostumadas a ver.
      Esse tipo de gênero é para quem realmente gosta.
      Beijo!

      Excluir
  5. Eu gosto muito deste estilo de livro mesmo sendo cliche. Esta autora gosta de personagens com seios grandes, mas desta vez é diferente pois o mesmo causa desconforto. Estou torcendo para que ela consiga fazer a operação e de quebra conquistar o coração de Mark.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gi. A Rachel é uma das minhas autoras favoritas, e eu adoro o que ela faz com seus livros, tornando algo clichê simplesmente memorável!

      Excluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤

Sim, eu não sou a louca dos signos mas sou a louca dos templates. Talvez você entre aqui e veja o blog todo mudado, mas o Leitora Encantada é apenas uma extensão dos meus pensamentos, que realmente mudam com o piscar dos olhos. Espero que gostem!

Facebook

Instagram

Lendo no momento

Lendo no momento

Autores parceiros

                                            

Seguidores

Blogroll

  • Arquivos

    Link-me


    Life Style

    Tecnologia do Blogger.
     
    Todos os direitos reservados 2016 - 2017 | Logo por: MIKA CAETANO - Design E Programação: Espalhando Bonitezas