Como muitas garotas pobres do interior, Mariana também sonhava em se casar com um cara perfeito, ter uma casa arrumada e ser feliz “até que a morte os separe”. Mas o sonho dela parecia ter sido turbinado: ela ia se casar com Eduardo, médico, lindo, rico, cobiçado e divertido, ia morar em um superapartamento no melhor bairro da cidade, e nunca tinha se sentido mais feliz com seu vestido de noiva de marca e um guarda-roupa repleto de peças de grife que ela tanto valorizava. Depois de uma trabalheira maluca e da organização de todos os detalhes, o grande dia havia chegado. E, se dependesse dela, tudo sairia maravilhoso! Ela estava em seu quarto sozinha, terminando de se arrumar para a cerimônia, quando o noivo aparece de repente e diz que precisa conversar, pois não se sente pronto para casar. A imagem do casal em cima do bolo começa a desabar… O que aconteceu com Edu? Mari necessita de respostas, nada mais faz sentido. Agora, ela precisa ir atrás da verdade, nem que para isso tenha que descer do salto, arregaçar as mangas e fazer um longo caminho de volta, até conseguir finalmente começar a aproveitar a sua tão sonhada vida nova. 

Chick-lit | 302 páginas | Editora Gutenberg 


Tudo está indo maravilhosamente bem na vida de Mariana. Ela está prestes a entrar no altar com o cara dos sonhos, o Edu: rico, médico, bonito e o melhor, todo dela. Se preparando para a cerimônia, Mariana só não contava que justamente o noivo não iria estar lá. Edu, que de última hora resolveu aparecer na casa de Mariana, quer desistir do casamento, não se sente preparado para casar e o pior, não sente que ama mais a noiva.

Arrasada e na foça, Mariana tenta entender o que foi que fez de errado em todos os seis anos de relacionamento com o Edu, e começa a perceber que acabou tornando-se uma pessoa egoísta, fútil e mimada por causa do status social de Edu. Agora ela precisa superar tudo isso, seguir em frente e só então poder dizer #partiu vida nova.
Foto por Leitora Encantada

MINHA OPINIÃO
Chick-lit bom é chick-lit divertido e a Leila arrasou nesse quesito! Primeiramente, devo comentar que estou apaixonada por essa capa maravilhosa que a editora preparou, ficou um arraso. Isso misturado a capacidade incrível da autora de escrever uma obra tão linda e maravilhosa, me deixou flutuando nas nuvens enquanto lia o livro.

Mariana já está quase subindo ao altar quando seu noivo, Edu, resolve que não irá mais se casar. Desesperada e achando que tudo não passa de uma brincadeira, ela tenta convencê-lo a voltar e fazer seu lindo papel caminhando para a igreja, mas ele está irredutível e não mudará de ideia. Arrasada com todas as coisas que acabou fazendo para essa grande dia, Mari não consegue entender como seu relacionamento com Edu chegou a esse estado. Acreditava que ele seria o amor da sua vida, o pai de seus filhos, mas pelo visto estava errada.
Foto por Leitora Encantada
Mariana é uma personagem gente como a gente. Confesso que chorei quando ela levou o pé na bunda, porque independente do motivo, deve ser horrível para qualquer mulher ter seu tão sonhado dia se transformar em um pesadelo, por isso chorei em apoio a personagem. Depois do primeiro choque inicial, começamos a perceber o quanto a personalidade da Mari ajudou para que Edu tomasse essa decisão, afinal, ela só se preocupa com as aparências, com futilidades e com o que as pessoas vão dizer.

É claro que ela nem sempre foi assim. Quando conheceu Edu, Mari ainda possuía um coração bom e humilde, mas cansada de ser humilhada pelos amigos e inclusive a mãe do namorado que a tratava com indiferença por ser pobre, Mari jurou que iria mudar e se tornar aquilo que a classe social de Edu tanto queria. O único problema é que essa ambição subiu a sua cabeça e ela acabou perdendo sua essência, o que resultou em perder o amor de Edu também. Mari precisará voltar atrás, redescobrir seus valores e só então seguir em frente. É claro que isso demora, ela ainda precisa superar seu rompimento e velhos hábitos nunca vão embora rápido, mas depois que ela consegue dar o primeiro passo, tudo passa a melhorar.
Foto por Leitora Encantada
Eduardo foi um personagem que eu gostei, mas fiquei bem chateada com ele por ele ter terminado tudo horas antes do casamento. Quem, mesmo sendo tão bonzinho como diz ser, deixa as coisas chegarem a tal ponto que tem que terminar com a noiva horas antes de casar? Isso foi uma baita sacanagem dele e mesmo entendendo seus motivos, me ressenti com ele por ter feito uma noiva sofrer assim, afinal, ninguém quer passar por essa situação.
Foto por Leitora Encantada
O livro mostra como o relacionamento de Mari e Edu começou e alguns momentos especiais dos dois, até as mudanças que ela sofreu. Ás vezes eu queria que ela e Edu se resolvessem logo, porque era claro que se amavam, ás vezes queria que ela seguisse logo em frente, deixasse o passado para trás e fosse feliz. Mas quem sou eu para dizer alguma coisa se cada um decide a maneira como recomeçar?

A autora tem uma escrita viciante, narrada em primeira pessoa pela Mariana e eu só parei de ler porque tinha que dormir rsrs eu amei cada segundo, amei ver a Mari evoluindo e aprendendo com seus erros e enfim se dando uma nova chance. Sem contar que amei o final, que foi muito amorzinho. Por isso, se você gosta de chick-lits e ainda não leu esse livro da Leila, faça o mais rápido possível, você não vai se arrepender.

Futura administradora e blogueira nas horas vagas. Chocólatra assumida, é dominada pela cafeína nos dias úteis. Ama o cheiro de terra molhada e adora o barulho da chuva. Bookaholic assumida, deseja conquistar o mundo.

22 Comentários

  1. Oi Miriã

    Esse chick-lit nacional esta na minha lista de dedejado ja faz um tempinho.
    Só ouço elogios.Lembro que ele tem uma outra edição com um nome diferente .Acho que é "Cansei de ser pobre", algo assim, mas não tenho certeza agora.

    Realmente terminar o noivado quase na hora de subir no altar é muita sacanagem do Eduardo

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Babi. Não sei te dizer exatamente se é o mesmo livro mas desde que vi o lançamento, estava tentando comprá-lo e enfim consegui fazer isso, me surpreendi com o enredo e amei. Amei o Edu mas no começo senti muita falta dele.

      Excluir
  2. Amei a resenha! Quando vi a foto no Instagram fiquei ansiosa pra ver sobre o que era o livro com a capa tão fofa. Vou procurá-lo coooom certeza quando eu for em alguma livraria <3

    Beijos,
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Clarissa. Eu assim que vi a capa, resolvi que precisava comprar e a história não deixa a desejar, é maravilhosa.

      Excluir
  3. Oi Mi! Eu nao conhecia o livro, mas sendo chick-lit já bate uma enorme vontade de ler! Acho que vou devorar a leitura assim como vc!! Amor histórias como essa <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi. Chick-lit sempre é muito bom e esse está perfeito para qualquer amante do gênero. Espero que goste.

      Excluir
  4. Oi Miriã! Adorei o enredo do livro, um pouco triste, levar um fora no dia do casamento não deve ser fácil. Me lembrou bastante o filme Sex And The City!

    aboutbooksandmore.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cássia. Acho que o filme poderia explicar bem algumas cenas da história kkk eu também achei um horror terminar no dia do casamento né, mas fazer o quê.

      Excluir
  5. Oi Mi, tudo bem??
    Menina, que resenha mais maravilhosa... geralmente não leio chick lit, mas confesso que fiquei bem curiosa com este... você tem razão quanto a capa... ela realmente está muito bonita... eu fiquei encantada... a história parece prender muito... curti demais a sua dica. Ah e amei a sua empolgação! Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diana. Eu amei o livro completamente e por isso eu quero muito que todos vocês leiam! Tenho certeza que vão amar também.

      Excluir
  6. Oi, Mi!
    Mirmã, se eu fosse largada em cima do altar, eu virava eremita pelo resto da vida hahahahahha
    Adorei sua resenha e deu pra perceber que a história é bem engraçada e traz alguns ensinamentos, como não deixar ambição subir à cabeça.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Dois Anos de Família Hallinson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu. Eu acho que morreria de tanta vergonha e desgosto, meu Deus! Tomara que não aconteça nunca kkk

      Excluir
  7. Oi MI!!!!
    Que dica ótima de leitura!!! Adorei a sua resenha e fiquei super empolgada para ler! Adoro livros com essa pegada mais divertida :)
    E que capa maravilhosa *-*
    Beijinho
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Roberta. Esse livro com certeza é pra rir porque a escrita da autora é muito envolvente, parece que ela está falando com a gente enquanto escreve. Amei isso!

      Excluir
  8. Oi Mi, acho que vou gostar desse livro, já está na minha listinha interminável!!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Felipe. Tenho certeza que você irá se divertir muito com essa história.
      Beijo.

      Excluir
  9. Oi Miriam este livro já foi resenhado lá no meu blog e a resenhosta amou também. Eu gosto muito desse gênero porque rir é um prazer para mim. E agora com mais uma opinião positiva sobre o livro vou colocar lá na minha lista de desejados.
    abraços
    Gisela
    www.lerparadivertir.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gi. Achei o livro muito divertido, tudo aquilo que o gênero em si requer, e tem uma estrutura de história muito boa, impossível não gostar.

      Excluir
  10. Oi Miriã, sua linda, tudo bem?
    Eu preciso ler mais chick-lits, esse gênero é muito gostoso. Olha, se estivesse no lugar de Edu também não casaria com ela. Quem quer se envolver com alguém como ela? E ela se tornou desse jeito porque era descriminada? Aí mesmo que precisava lutar para se manter. Mas que bom que com a perda irá acordar e resgatar quem sempre foi, aprender com seus erros. Agora, concordo com você não precisava ter esperado o dia do casamento para desmanchar. Dica mais do que anotada!!! Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cila. Eu não gostei da forma como a Mari tentou resolver as coisas e se adaptar, ela acabou perdendo seus valores e a si mesma, mas entendo o pensamento dela de querer se tornar igual e deixar de ser a diferente. Muita gente faz isso o tempo todo e ninguém percebe. Acho que é um tema muito bom para se debater.
      Beijo.

      Excluir
  11. Olá!
    Fico muito feliz em saber que curtiu o livro. Espero que possa conhecer as outras histórias que escrevi: Amigas Imperfeitas, A segunda vez que te amei, as fases da lua e Não é mais verão. Este último é um conto que está na Amazon.
    Beijos,
    Leila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leila. Obrigada pela visita! Estou louca para ler Amigas Imperfeitas desde a primeira vez que vi, e depois que li essa maravilhosa história, tenho certeza que amarei a leitura.
      Beijo.

      Excluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤