A salvação de Sadie Hollowell e Vince Haven depende de muitos fatores. Ele voltou traumatizado da guerra ao terrorismo no Afeganistão e ela, aos 33 anos, acha ridículo ser convidada para ser dama de honra do casamento de uma prima no interior do Texas, onde nasceu. Ambos estão perdidos, à procura das raízes e de uma identidade que a vida foi esfacelando, e são atormentados por uma atração sexual violenta que demora muito a se transformar em amor e compromisso.O que se oferece aos leitores é uma história tensa, em que preconceitos e hesitações lutam contra o amor, sem saber qual dos lados terá o triunfo final. Vale a pena ler e torcer por ele.

Romance | 272 páginas | Editora Jardim dos Livros 

Sadie Hollowell sempre foi diferente de outras garotas da pequena cidade de Lovett, no Texas. Primeiro, ela não tinha a mesma desenvoltura para concursos de beleza que nem a sua mãe, que foi Miss Texas quando mais nova, e assim que terminou o ensino médio, Sadie partiu da cidade onde nasceu a procura de outras aventuras. Agora com 33 anos, Sadie precisa voltar para o casamento de uma prima, e ela já imagina as fofocas que as moças da pequena cidade irão fazer já que até agora ela não arranjou um marido.

Quase chegando a seu destino, Sadie encontra o lindo e maravilhoso Vince Haven, ex-seal da marinha dos EUA, empacado com o carro na estrada. Sua natureza gentil do Texas fala mais alto e ela oferece a ele uma carona até a cidade, e assim, ambos acabam se encontrando outras vezes mais, dando as pessoas o que falar. O objetivo de ambos era ficar poucos dias lá, mas devido a algumas circunstâncias, os dois teriam que passar, no mínimo, alguns meses. E qual seria o problema se pudessem perder o tempo juntos, em uma amizade com benefícios?

"A luz morna banhou o perfil do homem quando ele se moveu até ela. Era do tipo de cara que deixava Sadie desconfortável. Do tipo que veste couro e bebe cerveja amassando as latas vazias na testa."

O acordo parecia não haver falhas, mas o amor pregou uma peça e Sadie se viu apaixonada. Porém, Vince esconde muito mais por detrás da superfície e ele não quer que Sadie descubra o que ele viveu depois de ter saído da marinha.

MINHA OPINIÃO
Todos os livros da Rachel Gibson poderiam ser definidos como comédias românticas, que de todas as formas, conseguem agradar o público feminino. Mais uma vez me vi encantada com uma historia despretensiosa e muito divertida. Quase todos os livros da autora se passam em pequenas cidades, e sua preferida é o Texas, então prepare-se para conhecer pequenas cidades onde as pessoas gostam muito de falar e de se intrometer na vida um do outro.

Sadie era considerada a estranha da cidade, por não pensar como a maioria e viver a sua maneira. Desde que foi embora e deixou seu pai sozinho vivendo no rancho, muitos moradores de Lovett gostavam de falar que ela era uma filha ingrata. Mas a verdade é que Sadie e seu pai nunca tiveram uma conexão. Desde que sua mãe morreu quando ela tinha cinco anos de idade, seu pai fez de tudo para cuidar dela como ele achava que deveria, mas acabou estreitando os laços e afastando por demais sua filha.

Agora que Sadie está de volta a cidade, ela poderá reaver seu pai e quem sabe não recuperar o tempo que perdeu, porém, a vida ás vezes pode ser cruel e assim, seu pai se vê internado em uma cama de hospital ao levar o coice de um touro, e Sadie precisa deixar sua vida em Phoenix para cuidar de seu pai. Ver o quanto duas pessoas do mesmo sangue podem ser tão diferente é engraçado e ao mesmo tempo, muito interessante, mas quanto mais via Sadie com seu pai, mais percebia que eles eram parecidos e não realmente diferentes, tudo se resumia a perspectiva.
Foto por Sétima Cabine
Vince, por outro lado, sofreu muito ao perder amigos importantes enquanto ele era da marinha, e agora que está 'parado', ele não consegue seguir em frente em meio ao tédio. Para uma pessoa que viveu boa parte da vida ouvindo barulho de tiros, a vida pacata em Seatlle tem lhe deixado com raiva, e louco para arranjar confusão. Sua tia acabou pedindo que ele fosse até Lovett para ajudá-la com algo e é assim que ele conhece Sadie. É inevitável a atração que ambos sentiram um pelo outro, mas é claro que o romance aconteceu de forma gradativa, bem estilo Gibson mesmo.

Aos poucos os personagens foram se conhecendo melhor, entendendo melhor um ao outro e somente assim, puderam realmente definir aquilo que sentiam como amor. Eu amei tudo na história! Sentia muita falta dos livros da Rachel, e em meio a tantas histórias chatas e decepcionantes ultimamente, precisava ler algo que com certeza, iria adorar.

Se você gosta de romances mais leves e com uma pitada de humor e cenas quentes, os livros da série Lovett, Texas da Rachel é certo para você. 

Futura administradora e blogueira nas horas vagas. Chocólatra assumida, é dominada pela cafeína nos dias úteis. Ama o cheiro de terra molhada e adora o barulho da chuva. Bookaholic assumida, deseja conquistar o mundo.

15 Comentários

  1. Oi Miriã,
    Nunca li nenhum livro dela,
    e eu não conhecia esse da resenha,
    mas como você disse que é um tipo romance mais comédia, poderia ser que eu goste,
    tirando a parte das cenas quentes rsrs não sou chegada.
    Beijos *_*
    Desvendando Segredos | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Talyta. Acho que todo livro hoje que fala sobre adultos e relacionamentos entre eles tem cenas mais quentes, sim, é inevitável, mas a Rachel traz isso de uma maneira exemplar, não forçando muito as cenas para a cabeça dos leitores.
      Eu amo a Rachel. Já li muitos livros dela e adorei quase todos, é super indicado para as pessoas que querem algo mais leve.

      Excluir
  2. Oi Miriã, sua linda, tudo bem?
    Eu sempre achei que fazer alguém rir e se divertir é muito mais difícil que fazer alguém chorar. Por isso gosto tanto de comédias românticas e percebi que não tenho lido muitas ultimamente. Todos elogiam essa série, mas pelas resenhas parece que esse livro é um dos preferidos pelos leitores. Estou curiosa para saber o que ele esconde e não quer que ela descubra. Não vejo a hora de ler. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cila. Livros assim são bons porque relaxam o leitor de uma forma muito legal. O segredo dele não é nada digno de drama não, você já descobre de cara o que ele não quer que descubram, mas é assim que a autora faz a trama. Ou seja, é simples mas é envolvente demais. Espero que leia e goste dos livros dela.

      Excluir
  3. Oi, Miriã!
    Nunca li nada dessa autora, mas vejo sempre pelo youtube algum booktuber indicar!
    Fico curiosa para ler algo dela, já que você achou que esse se destaca entre os outros, vou anotar a dica para tentar começar por esse ;)

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thay. Eu adoro de coração a Rachel e sempre que leio um livro dela, fico cada vez mais apaixonada pela forma como ela conduz a história.

      Excluir
  4. Oi Mi! Comecei a ler esses dias e estou adorando, gosto bastante desse clima de cidade pequena e acho que vou devorar esse livro em poucos dias hehehehhe Rachel podia lançar um livro a cada dois meses.


    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi. Concordo com você! Do jeito que a gente é gêmea no gosto, com certeza você vai adorar essa história tanto quanto eu.

      Excluir
  5. Oi Mi, tudo bem??
    Poxa que bom que a leitura desta vez foi boa né... chega de tanta frustração. Sempre vejo elogios a respeito dos livros desta autora e apesar de tudo isso, ainda não me sinto cativada em ler... não sei eu gosto muito de comédia romântica, mas prefiro filmes... gostei de saber o quanto gostou desta história... talvez um dia eu venha ler algo dela, quem sabe eu não mude de ideia? Xero!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dih. Acho que o enredo leve demais e com pouco drama não chame a atenção de algumas pessoas, até entendo isso, mas como sou apaixonada pela Rachel, super indico as obras dela para você. Vai que em um dia você curte, né?
      Beijo.

      Excluir
  6. Oi, Mi!
    Nunca li nada da Rachel, mas ela está bem separadinha ali pra me livrar daquela ressaca desnecessária.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Dois Anos de Família Hallinson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu. Achei que já tivesse lido algo dela, menina, você não pode demorar. Eu tenho algumas indicações muito boas, se você quiser.

      Excluir
  7. Eu amo os livros da Rachel...

    Esse tem um certo conteúdo dramático, mas não deixa de ter essa pegada de chick lit, com as cenas da típica família texana que, confesso, eu queria ter uma também.

    =))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lud. Amo as famílias texanas escritas pela Rachel também, e concordo que tem um quê a mais de drama, mas nada tão dramático assim.

      Excluir
  8. Acho que ia adorar ler esse livro, tenho que ler algum livro da Rachel sempre nas resenhas leio elogios.
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤