O baile de máscaras - Joanna Taylor | Resenha

25 setembro 2017

Em 1786, Londres é uma cidade magnífica, caótica e implacável. Que o diga a jovem Lizzy Ward, cujos sonhos cedo se desvaneceram para dar lugar a uma vida que nunca desejou. Nunca foi sua intenção ser prostituta, mas o destino assim quis. Todavia, a sua sorte parece estar prestes a mudar. Um dia, ao calcorrear as ruelas negras de fuligem de Piccadilly, dá por si a salvar a vida de um homem diferente dos outros. Lord Edward Hays não só é aristocrata como não está minimamente interessado nos seus serviços. Ou melhor, nos seus serviços habituais. Lord Hays quer contratá-la mas não por uma noite. O seu plano é apenas exibi-la na alta sociedade como sua companheira durante toda a semana que vai passar na cidade.
Estará Lizzy à altura do papel? À medida que se embrenha nos mais sumptuosos e respeitáveis salões londrinos, os obstáculos parecem suceder-se. Além disso, a jovem apercebe-se de que, naquele mundo, ela não é a única a usar uma máscara. Para piorar as coisas, a sua relação com Edward está a intensificar-se de dia para dia - a charada de ambos ameaça ruir, e Londres está a postos para o grande escândalo...
Erótico | 352 páginas | Editora Asa | Nota:

Lizzy Ward foi criada em uma quinta no campo, e após saber que a mesma seria vendida pelo seu pai, ela fugiu para Londres para tentar a vida como uma criada. Mas a inocência da moça fez com que um patife facilmente a iludisse e assim Lizzy perdeu a virgindade. Sem conseguir arrumar emprego, o homem que jurou que estava apaixonado pela moça levou para Mrs. Wilkes, uma famosa casa de prostituição em Mayfair.

Assim, todos os sonhos que Lizzy um dia sonhou foram se perdendo em meio as situações que a vida lhe impôs. Depois de ter conseguido fugir com sua melhor amiga Kitty da casa onde Mrs. Wilkes ficava com quase todos seus ganhos, as duas se estabelecem em Piccadilly. E mesmo que Lizzy não tenha mais esperanças de se casar e ter uma família, ela ainda deseja conseguir virar cortesã de um homem só, assim poderá ter independência e uma casa para morar. 
Foto por Leitora Encantada
Em meio a um dia de trabalho, Lizzy acaba conhecendo Lorde Hays, um dos homens mais ricos de toda Londres. Ele planeja comprar um barco para o transporte de ouro e precisa aparecer em vários encontros, e inevitavelmente irá se encontrar com várias moças e matronas casamenteiras, loucas para que Edward coloque um anel em suas filhas. Para evitar tal aborrecimento, ele faz um acordo com Lizzy. Ela deverá fingir ser uma moça da província  e irá o acompanhar em todos esses eventos.

Esse acordo de apenas uma semana irá mexer com os sentimentos de ambos. Mas será que uma simples prostituta poderia ganhar o coração de um lorde?

MINHA OPINIÃO

Antes de mais nada, devo dizer que a classificação desse livro no skoob é como "erótico", e se você não gosta do gênero, relaxe, a obra quase não tem momentos do tipo, e você poderá desfrutar desse romance de época tranquilamente. Se por um acaso eu achava que fosse encontrar algo mais picante aqui pela história narrar a vida de uma prostituta, eu tive uma grande surpresa. E é por isso que insisto para que vocês leiam a obra.

Lizzy é uma prostituta e infelizmente roupas melhores e modos mais contidos não mudarão isso. Ela sabe que o que a sociedade pensa dela, e apesar da profissão não ser tão digna, é a única maneira dela conseguir colocar comida na mesa e se sustentar sozinha. Ao longo da narrativa dá pra sentir uma certa peninha de Lizzy, porque infelizmente o destino não foi muito bom com ela, mas o legal da personagem é que ela aceita isso de uma maneira que não beira ao mimimi, pelo contrário, ela acredita que vender os prazeres da carne seria a única maneira de sobreviver, e faria isso outra vez se caso precisasse.
Foto por Leitora Encantada
Edward é um personagem encantador. Mesmo sabendo que poderia conseguir uma pessoa melhor para ajudá-lo em sua farsa, é o carisma e a ousadia de Lizzy que o encanta. E é claro que ele ganha vários pontinhos comigo porque é super amorzinho com ela, mesmo sabendo que as prostitutas eram indignas de qualquer cortesia, afinal, ele pagou ela por seus serviços. (Infelizmente a sociedade ainda vem essas mulheres do mesmo jeito até hoje).

Sabe Uma Linda Mulher? É exatamente isso que você vai encontrar aqui, porém, com Londres em 1800 como palco dessa história. É um clichê daqueles, mas o que me encantou foi que a autora trouxe essa nuance da personagem principal ser uma prostituta. É comum sabermos sobre amantes e cortesãs nos romances que lemos, mas não temos um vislumbre real da vida dessas mulheres como iremos ter nessa história.
Foto por Leitora Encantada
E o legal é que a Lizzy é tão simples que tudo que ela aprende é algo totalmente novo pra ela, o que dá um ar totalmente encantador para a moça. Vocês devem estar se perguntando se os personagens dormem juntos já que eles tem um contrato, e sim, eles ficam juntos. Mas justamente por isso é que a autora suaviza as cenas de amor entre ambos, tanto que ela nem chega a algumas partes. E claro que nós vemos a problemática de um homem rico e com título não poder se casar com uma pessoa de tão má índole. Gostei muito de como a autora desenvolveu essa questão do preconceito que essas moças sofrem perante a sociedade, é algo triste mas infelizmente é a realidade.

O Baile de Máscaras é uma obra muito leve e romântica, apesar da sua classificação. Só lembrando também que o livro está escrito em português de Portugal, mas nada dificulta a leitura. É uma obra para os amantes dos finais felizes e para aqueles que querem ver algo diferente nesse gênero.
Foto por Leitora Encantada

Comentários
8 Comentários

8 comentários :

  1. Oi, Mi!
    Infelizmente, a realidade de Lizzy é a realidade de algumas mulheres; apelam para prostituição para poder viver. Mas a história parece ser bem amorzinho, já que tem ares de Uma Linda Quase Mulher.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe das promoções em andamento e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza. Muita coisa lembra o filme mesmo e isso traz um ar mais legal a história, talvez seja por isso que eu tenha amado o livro.

      Excluir
  2. OOi Mi, adorei a resenha, o enredo tem um tema bem chamativo, onde muitas mulheres se submetem a viver, para conseguir "sobreviver" .
    Já quero ler o livro, adorei a dica.
    Beijos boa semana
    bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Letícia. É uma tema bem legal de ser abordado, fiquei apaixonada pela história.

      Excluir
  3. Olá!
    Eu não curto romances de época, MAS a sinopse do livro me deixou muito curiosa. Pela sua resenha fiquei com muita vontade de ler o livro, porque nunca li algo do gênero hehe.

    Beijos,
    Meise Renata.
    Viciadas em Livros
    Participe do Amigo Secreto Literário do Viciadas em Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Meise. Os romances de época são maravilhosos mas imagino que não deva agradar alguns públicos, por isso insisto para que dê uma chance.

      Excluir
  4. Oi, Mika <3. Eu não sou muito fã de romances de época, e a história também não me chamou tanta atenção, mas gostei de ela pegar mais leve e não ser tão erótica! Adorei a resenha como sempre.
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabs. Ah, você deveria ler para ver se realmente gosta, o gênero é um amor!

      Excluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤

Sim, eu não sou a louca dos signos mas sou a louca dos templates. Talvez você entre aqui e veja o blog todo mudado, mas o Leitora Encantada é apenas uma extensão dos meus pensamentos, que realmente mudam com o piscar dos olhos. Espero que gostem!

Facebook

Instagram

Lendo no momento

Lendo no momento

Autores parceiros

                                            

Seguidores

Blogroll

  • Arquivos

    Link-me


    Life Style

    Tecnologia do Blogger.
     
    Todos os direitos reservados 2016 - 2017 | Logo por: MIKA CAETANO - Design E Programação: Espalhando Bonitezas